Governos de todo o mundo incluíram o empreendedorismo nas suas agendas, e as incubadoras de empresas em fase de arranque espalharam-se amplamente. Foto: PNUD

O empreendedorismo é um instrumento amplamente utilizado para o desenvolvimento e crescimento económico. Governos de todo o mundo incluíram-no nas suas agendas, e as incubadoras de empresas em fase de arranque espalharam-se amplamente por todo o mundo. A necessidade de combinar as agendas social e ambiental com o mundo empresarial está, também, a ganhar muita força, especialmente no contexto da recuperação pós-COVID-19, ao qual a Guiné-Bissau não é indiferente. O país está também a avançar neste caminho em direção a um desenvolvimento inclusivo e sustentável.

Infelizmente, a falta de acesso de qualidade na educação continuam a constituir barreiras severas ao desenvolvimento económico e ao crescimento inclusivo, sendo os que mais contribuem para o desemprego e a migração dos jovens.

Reconhecendo a formação em empreendedorismo social como um poderoso instrumento para combater o desemprego e encorajar a participação de qualidade dos jovens no mercado de trabalho, o PNUD na Guiné-Bissau conjuntamente com a Fundação MAVA e o Centro de Impacto "Guiné-Bissau Empreende", lançou um programa à medida para os jovens que se dedicam à mudança para apoiar o desenvolvimento de um ecossistema de empreendedorismo de impacto no país.

O programa foi apresentado em Bissau em Dezembro de 2020. O objetivo é apoiar os empresários locais a liderar um centro de empreendedorismo de impacto na Guiné-Bissau, com um forte foco em soluções para a conservação ambiental, economia verde e desenvolvimento social.

Neste contexto, foi recentemente lançado um convite para recrutar um grupo de indivíduos empreendedores interessados e empenhados em gerir e apoiar um centro de empreendedorismo sustentável e de impacto social no país. A manifestação de interesse e processo de registo decorre até 28 de fevereiro de 2021.

Após o encerramento do período de inscrição, os participantes pré-selecionados serão convidados a participar em quatro workshops a ter lugar em Março. As formações terão como objetivo apresentar os princípios básicos de gestão e criação de centros de apoio ao empreendedorismo. Este centro terá a função principal de prestar serviços de apoio aos empresários locais na Guiné-Bissau. Por outras palavras, a equipa selecionada de empresários será responsável pela criação e gestão de um espaço de colaboração para apoiar os empresários Guineenses.

"Guiné-Bissau Empreende" é uma iniciativa desenvolvida no âmbito da Academia de Liderança, uma nova iniciativa emblemática do PNUD que visa identificar agentes de mudança e ministrar formações à medida para equipá-los com ferramentas e competências para liderar uma mudança transformacional. A Academia de Liderança apoiará a "Guiné-Bissau Empreende", acolhendo as sessões de formação e contribuindo para a construção do ecossistema necessário para o empreendedorismo social na Guiné-Bissau.

 

 

 

Icon of SDG 09

PNUD PNUD no mundo

A

Afghanistan Afrique du sud Albanie Algérie Angola Arabie saoudite Argentine Arménie Azerbaïdjan

B

Bahreïn Bangladesh Barbade Bélarus Bélize Bénin Bhoutan Bolivie Bosnie-Herzégovine Botswana Brésil Bureau du Pacifique Burkina Faso Burundi

C

Cambodge Cameroun Cap-Vert Centrafrique (République centrafricaine) Chili Chine Chypre Colombie Comores Congo (République démocratique du) Congo (République du) Corée (République populaire démocratique de) Costa Rica Côte d'Ivoire Croatie Cuba

D

Djibouti

E

Egypte El Salvador Emirats arabes unis Equateur Erythrée Ethiopie

G

Gabon Gambie Géorgie Ghana Guatemala Guinée Guinée-Bissau Guinée équatoriale Guyane

H

Haïti Honduras

I

Ile Maurice et Seychelles Inde Indonésie Irak (République d') Iran

J

Jamaïque Jordanie

K

Kazakhstan Kenya Kirghizistan Kosovo (selon RCSNU 1244) Koweït

L

Laos Lesotho Liban Libéria Libye L’Ex-République yougoslave de Macédoine

M

Madagascar Malaisie Malawi Maldives Mali Maroc Mauritanie Mexique Moldova Mongolie Monténégro Mozambique Myanmar

N

Namibie Népal Nicaragua Niger Nigéria

O

Ouganda

P

Pakistan Panama Papouasie-Nouvelle-Guinée Paraguay Pérou Philippines Programme palestinien

R

République dominicaine Russie (Fédération de) Rwanda

S

Samoa São Tomé-et-Principe Sénégal Serbie Sierra Leone Somalie Soudan Soudan du Sud Sri Lanka Suriname Swaziland Syrie

T

Tadjikistan Tanzanie Tchad Thaïlande Timor-Leste Togo Trinité et Tobago Tunisie Turkménistan Turquie

U

Ukraine Uruguay Uzbekistan

V

Venezuela Viet Nam

Y

Yémen

Z

Zambie Zimbabwe