Foto: PNUD, 2021

A Federação das Associações de Defesa e Promoção das Pessoas com Deficiência da Guiné-Bissau apresentou, a 28 de julho de 2021, uma base de dados sobre pessoas com deficiência na Guiné-Bissau, na sequência de um levantamento realizado em todo o país no âmbito do projeto de apoio às pessoas com deficiência durante a pandemia da COVID-19, com a colaboração e apoio financeiro do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

O lançamento foi presidido pela Ministra da Mulher, Família e Solidariedade Social, Maria da Conceição Évora, que durante o seu discurso agradeceu ao PNUD pelo apoio ao processo de mapeamento desenvolvido pela Federação das Associações de Defesa e Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Guiné-Bissau.  A representante do Governo aplaudiu a importância da divulgação dos dados, afirmando que estes contribuirão para a redefinição das medidas e políticas públicas de inclusão social.

Foto: PNUD, 2021

O Representante Residente do PNUD, Tjark Egenhoff, salientou a importância do mapeamento para a compreensão da condição e necessidades das pessoas com deficiência para informar as políticas e intervenções programáticas para a inclusão social. De acordo com o princípio da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável de ''não deixar ninguém para trás'', o Representante Residente sublinhou a urgência da adoção de respostas adequadas às necessidades específicas das pessoas com deficiência, a fim de mitigar os riscos de discriminação e exclusão social agravados pela pandemia da COVID-19 na Guiné-Bissau.

Segundo os dados tornados públicos, existem 11.584 pessoas com deficiência em todas as regiões do país.  Oio é a região com o maior número de casos com 2.172 (19%), e Bolama-Bijagós é a região que representa o menor número de pessoas com deficiência, com um total de 490 (4%).  Os dados apresentados são desagregados por sexo e tipo de deficiência. Os dados foram recolhidos de acordo com os princípios do Grupo de Washington sobre Estatísticas de Deficiência.  Entre as pessoas com deficiências registadas, 6206 (54%) são homens e 5378 (46%) mulheres.  Além disso, os dados ilustram estatísticas por categoria de deficiência, nomeadamente, deficiência visual, auditiva, física/motora, entre outras.

Note-se que o mapeamento foi desenvolvido por 100 inquiridores, membros da Federação das Associações de Defesa e Promoção das Pessoas com Deficiência, durante os meses de novembro e dezembro de 2020. A iniciativa teve resultados tangíveis, embora alguns locais tenham sido deixados de fora do processo de mapeamento devido a limitações de logística.

Icon of SDG 10

PNUD PNUD no mundo

A

Afghanistan Afrique du sud Albanie Algérie Angola Arabie saoudite Argentine Arménie Azerbaïdjan

B

Bahreïn Bangladesh Barbade Bélarus Bélize Bénin Bhoutan Bolivie Bosnie-Herzégovine Botswana Brésil Bureau du Pacifique Burkina Faso Burundi

C

Cambodge Cameroun Cap-Vert Centrafrique (République centrafricaine) Chili Chine Chypre Colombie Comores Congo (République démocratique du) Congo (République du) Corée (République populaire démocratique de) Costa Rica Côte d'Ivoire Croatie Cuba

D

Djibouti

E

Egypte El Salvador Emirats arabes unis Equateur Erythrée Ethiopie

G

Gabon Gambie Géorgie Ghana Guatemala Guinée Guinée-Bissau Guinée équatoriale Guyane

H

Haïti Honduras

I

Ile Maurice et Seychelles Inde Indonésie Irak (République d') Iran

J

Jamaïque Jordanie

K

Kazakhstan Kenya Kirghizistan Kosovo (selon RCSNU 1244) Koweït

L

Laos Lesotho Liban Libéria Libye L’Ex-République yougoslave de Macédoine

M

Madagascar Malaisie Malawi Maldives Mali Maroc Mauritanie Mexique Moldova Mongolie Monténégro Mozambique Myanmar

N

Namibie Népal Nicaragua Niger Nigéria

O

Ouganda

P

Pakistan Panama Papouasie-Nouvelle-Guinée Paraguay Pérou Philippines Programme palestinien

R

République dominicaine Russie (Fédération de) Rwanda

S

Samoa São Tomé-et-Principe Sénégal Serbie Sierra Leone Somalie Soudan Soudan du Sud Sri Lanka Suriname Swaziland Syrie

T

Tadjikistan Tanzanie Tchad Thaïlande Timor-Leste Togo Trinité et Tobago Tunisie Turkménistan Turquie

U

Ukraine Uruguay Uzbekistan

V

Venezuela Viet Nam

Y

Yémen

Z

Zambie Zimbabwe