--- Image caption ---

No mundo de hoje, que está constantemente a mudar e constantemente a expandir, é cada vez mais importante criar espaços para facilitar a conexão entre comunidades para promover a troca de informações, soluções e práticas mais relevantes.

A importância desse espaço é ampliada ainda mais em situações como a atual pandemia global que paralisou o mundo com efeitos intensificados na Guiné-Bissau devido ao fraco setor de saúde do país, principalmente nas áreas rurais.

É neste âmbito que o PNUD Guiné-Bissau, em colaboração com o “HUB” para Parcerias Territoriais do PNUD e a Agência Italiana de Cooperação para o Desenvolvimento, decidiu criar “Na Nô Mon” ( que significa nas nossas mãos), www.nanomon.org, uma infraestrutura on-line para conectar as comunidades locais a todos os atores nacionais e de desenvolvimento que apoiam o desenvolvimento local no terreno, para identificar soluções, replicar a inovação e garantir que as intervenções beneficiem a todos, incluindo os grupos mais vulneráveis de maneira mais coordenada.

De acordo com o princípio da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável de não deixar ninguém para trás, a plataforma de apoio à comunidade foi desenhada para fortalecer as vozes dos membros mais vulneráveis e marginalizados das comunidades locais e as suas capacidades de fornecer contribuições para os processos de desenvolvimento locais e nacionais. Nesse sentido, também serão feitos esforços direcionados para facilitar a participação e a conexão de comunidades frequentemente isoladas ou difíceis de alcançar, por meio de atividades de conscientização.

Encorajamos-lhes a se inscrever e se tornar um membro da Na Nô Mon para participar às discussões sobre as questões críticas de desenvolvimento que afetam a Guiné-Bissau.

Na Nô Mon servirá como uma infraestrutura on-line crítica para conectar as Organizações da Sociedade Civil (OSC), membros das comunidades, diáspora, o setor privado e parceiros de desenvolvimento, a fim de identificar e compartilhar inovações e soluções, facilitar o compartilhamento de boas práticas e promover um espaço de diálogo e reflexão. Por fim, a plataforma é um espaço para incentivar o diálogo sobre questões cívicas, políticas ou decisões de consequência para a vida das pessoas, comunidades e sociedade.

Ainda no quadro desta iniciativa, o PNUD lançou o Programa de Pequenas Subvenções que visa apoiar as iniciativas locais bem como as organizações comunitárias a fim de identificar os desafios socioeconómicos e ambientais que devem ser tratados a fim de garantir uma recuperação socioeconómica e o bem-estar das comunidades. As pequenas subvenções vão fornecer aos atores locais a oportunidade de agir e encontrar soluções aos problemas que enfrentam.

As candidaturas podem ser enviadas no registry.gw@undp.org até o dia 14 de dezembro de 2020. Podem ser submetidos projetos com orçamento de 5,750,000 XOF (USD 10,000). Projetos de menos de 3,000,000 XOF não serão considerados.

Os projetos apresentados devem ser relativos aos seguintes temas: construção de comunidades inclusivas, não deixando ninguém para trás, igualdade de género e empoderamento das mulheres, promoção de sociedade justa e pacíficas, construção de sociedade e economias resilientes, criação de oportunidades de negócio inclusivas e duradouras.

Os candidatos devem ser associações locais ou organizações da sociedade civil, grupos e organizações locais informais. 

Icon of SDG 11

PNUD PNUD no mundo

A

Afghanistan Afrique du sud Albanie Algérie Angola Arabie saoudite Argentine Arménie Azerbaïdjan

B

Bahreïn Bangladesh Barbade Bélarus Bélize Bénin Bhoutan Bolivie Bosnie-Herzégovine Botswana Brésil Bureau du Pacifique Burkina Faso Burundi

C

Cambodge Cameroun Cap-Vert Centrafrique (République centrafricaine) Chili Chine Chypre Colombie Comores Congo (République démocratique du) Congo (République du) Corée (République populaire démocratique de) Costa Rica Côte d'Ivoire Croatie Cuba

D

Djibouti

E

Egypte El Salvador Emirats arabes unis Equateur Erythrée Ethiopie

G

Gabon Gambie Géorgie Ghana Guatemala Guinée Guinée-Bissau Guinée équatoriale Guyane

H

Haïti Honduras

I

Ile Maurice et Seychelles Inde Indonésie Irak (République d') Iran

J

Jamaïque Jordanie

K

Kazakhstan Kenya Kirghizistan Kosovo (selon RCSNU 1244) Koweït

L

Laos Lesotho Liban Libéria Libye L’Ex-République yougoslave de Macédoine

M

Madagascar Malaisie Malawi Maldives Mali Maroc Mauritanie Mexique Moldova Mongolie Monténégro Mozambique Myanmar

N

Namibie Népal Nicaragua Niger Nigéria

O

Ouganda

P

Pakistan Panama Papouasie-Nouvelle-Guinée Paraguay Pérou Philippines Programme palestinien

R

République dominicaine Russie (Fédération de) Rwanda

S

Samoa São Tomé-et-Principe Sénégal Serbie Sierra Leone Somalie Soudan Soudan du Sud Sri Lanka Suriname Swaziland Syrie

T

Tadjikistan Tanzanie Tchad Thaïlande Timor-Leste Togo Trinité et Tobago Tunisie Turkménistan Turquie

U

Ukraine Uruguay Uzbekistan

V

Venezuela Viet Nam

Y

Yémen

Z

Zambie Zimbabwe