Foto: PNUD, 2021

No dia 5 de Maio de 2021 foi oficalmente lançada a  Academia de Liderança da Guiné-Bissau na Escola Nacional de Administração Pública, na presença de S. Exa. Ministro da Educação Nacional e Ensino Superior e do Representante Residente do Programa das Nações Unidas para o Desenviolvimento, contando com a  participação de personalidades-chave do país,  membros do Conselho Consultivo e os futuros formadores da Academia.

A Academia de Liderança é uma instituição nova, enquadrada na Escola Nacional de Administração da Guiné-Bissau (ENA), que visa investir no desenvolvimento do Capital Humano na Guiné-Bissau, a nível nacional e local, visando a criação de líderes e agentes de mudança, conscientes, participativos e empreendedores em vários domínios da sociedade, que juntos poderão criar comunidades e redes de mudança, através de abordagem inovadoras, multissetoriais e centradas no desenvolvimento do indivíduo, para a liderarem a transformação do país em vários setores de atividade.

Através de agentes de mudança e empreendedores de impacto pretende-se apoiar a criação de sinergias para promoverem a paz sustentável e um desenvolvimento inclusivo e sustentável na Guiné-Bissau, o que contribuirá para uma transformação de longo prazo do país, uma consolidação do Estado Democrático de Direito e uma reforma e modernização das instituições públicas, promoção de um desenvolvimento económico inclusivo onde o capital natural do país é respeitado e valorizado.

Oferecerá à sociedade guineense programas e actividades de formação contínua para quadros e dirigentes de partidos políticos, da administração pública, do sector privado, da sociedade civil, bem como para actores individuais identificados a nível das comunidades, sobretudo jovens e mulheres, quer em Bissau, quer nas regiões.

A formação para formadores em Liderança, que decorreu na última semana de Abril e primeira de Maio, antecedeu o lançamento formal da Academia e está a cargo de um dos nossos parceiros internacionais da academia - o Instituto Pedro Pires para a Lideranca de Cabo Verde. Os primeiros cursos da Academia de Liderança a serem ministrados em Maio e Junho serão em Liderança e serviço público, destinados a quadros médios de função pública, e Liderança e desenvolvimento Pessoal, destinado a quadros médios dos partidos politicos.

Durante o evento foi também lançada a música oficial da Academia de Liderança, a qual pode ser acedida aqui.

Para mais informações sobre o lançamento da Academia de Liderança, consulte o programa em anexo, para o qual os meios de comunicação social foram convidados a participarem. Em caso de dúvidas, contacte José Fernandes Junior (jose.f.junior@undp.org) ou Raquel Leandro (raquel.leandro@undp.org). 

Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Slide
Icon of SDG 04

PNUD PNUD no mundo

A

Afghanistan Afrique du sud Albanie Algérie Angola Arabie saoudite Argentine Arménie Azerbaïdjan

B

Bahreïn Bangladesh Barbade Bélarus Bélize Bénin Bhoutan Bolivie Bosnie-Herzégovine Botswana Brésil Bureau du Pacifique Burkina Faso Burundi

C

Cambodge Cameroun Cap-Vert Centrafrique (République centrafricaine) Chili Chine Chypre Colombie Comores Congo (République démocratique du) Congo (République du) Corée (République populaire démocratique de) Costa Rica Côte d'Ivoire Croatie Cuba

D

Djibouti

E

Egypte El Salvador Emirats arabes unis Equateur Erythrée Ethiopie

G

Gabon Gambie Géorgie Ghana Guatemala Guinée Guinée-Bissau Guinée équatoriale Guyane

H

Haïti Honduras

I

Ile Maurice et Seychelles Inde Indonésie Irak (République d') Iran

J

Jamaïque Jordanie

K

Kazakhstan Kenya Kirghizistan Kosovo (selon RCSNU 1244) Koweït

L

Laos Lesotho Liban Libéria Libye L’Ex-République yougoslave de Macédoine

M

Madagascar Malaisie Malawi Maldives Mali Maroc Mauritanie Mexique Moldova Mongolie Monténégro Mozambique Myanmar

N

Namibie Népal Nicaragua Niger Nigéria

O

Ouganda

P

Pakistan Panama Papouasie-Nouvelle-Guinée Paraguay Pérou Philippines Programme palestinien

R

République dominicaine Russie (Fédération de) Rwanda

S

Samoa São Tomé-et-Principe Sénégal Serbie Sierra Leone Somalie Soudan Soudan du Sud Sri Lanka Suriname Swaziland Syrie

T

Tadjikistan Tanzanie Tchad Thaïlande Timor-Leste Togo Trinité et Tobago Tunisie Turkménistan Turquie

U

Ukraine Uruguay Uzbekistan

V

Venezuela Viet Nam

Y

Yémen

Z

Zambie Zimbabwe